https://twitter.com/noemijaffe/status/1138898325703483399

Noemi Jaffe foi minha professora de Escrita Criativa na Casa do Saber, lááá em 2013. antes disso eu ja era viciado no blog dessa autora, doutora em literatura e professora da USP (http://nadaestaacontecendo.blogspot.com/), mas a grande pérola dela, eu acho, é o perfil no Twitter. todo dia uma história sobre a origem das palavras, suas devirações, seus usos, seus sentidos…. prato cheio pra essa SEARA de nerdismo.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Minuano_(vento)

o The Von Bondies ficou marcado na história do rock por algumas razões:

– emplacaram uma música no pornô soft Nine Songs
– o vocalista deles tomou um pau do Jack White (os dois são de Detroit)

para além dessas curiosidades, esse disco deles de 2004 é uma delicinha: https://open.spotify.com/album/4iqIG2tV2idmgWZGjsIQVb?si=tx74OlaVT3ClkQKoLMagWg

porém, não tem a melhor deles, NMHO, que é It Came From Japan, pouco mais de dois minutos de puro suco de rock indie, alterna, guitarreiro com baixista mina fazendo coro junto (te amarei pra sempre, Smashing Pumpkins): https://open.spotify.com/track/1DHpIahzvskdMOCDyaEXtF?si=eqePluygR0ePDNYWrjM1RA

#TrilhaDoDia

um ano da morte de Philip Roth, meu autor predileto e um dos grandes, imensos nomes da literatura americana. esse comentário acerca da sua obra e da sua relevância e da relação dela e dele com a verdade é uma ótima leitura. o texto é da Isadora Sinay (@isasinay no Twitter)

“O que Roth desde o princípio de sua carreira demonstrou compreender sobre os Estados Unidos é que o ethos americano exige para o sucesso a alienação de si mesmo.”

A incômoda verdade de Philip Roth